quarta-feira, 10 de novembro de 2010

CARTA DE TURISMO: Sugestões e Propostas para o Setor II

Sugestões de Inclusão e Ajustes para a Carta de Turismo de São Vicente


Por..:: Caiçara Expedições

- o PIT do Gonzaguinha está necessitando sua conclusão.

- Verificar a possibilidade de uso público do toalete da Casa Martim Afonso.

- O poder público NÃO pode operar roteiros turísticos, nem oferecer guias de turismo e/ou monitores de turismo. Ao poder público cabe desenvolver políticas de infra-estrutura de apoio, além de ordenar, fiscalizar e incentivar a iniciativa privada. Segundo a  lei nº 11.771 de 17 de setembro de 2008, Art. 27, Compreende-se por agência de turismo a pessoa jurídica que exerce atividade econômica de intermediação remunerada entre fornecedores e consumidores de serviços turísticos ou os fornece diretamente. § 1º - São considerados serviços de operação de viagens, excursões e passeios turísticos, a organização, a contratação e execução de programas, roteiros, itinerários, bem como recepção, transferência e a assistência ao turista. § 3º - As atividades de intermediação de agência de turismo compreende a oferta, a reserva e a venda a consumidores de serviços turísticos.

- Quando o poder público divulga a cidade como destino é comum que se divulguem roteiros ou circuitos, e NÃO atrativos em si. Poderíamos aplicar essa tendência.

- Orçamento para eventos de promoção da cidade. Determinar eventos como Aviestur, Salão do Turismo, Avirrp, Salão São Paulo, Boat Show, Adventure Sports Fair e Feira de Turismo Rural e outros.

- Analisar se o orçamento que a prefeitura destina à Setur é compatível com as necessidades e importância do setor para a economia da cidade.

- Criação de Unidades de Conservação Municipal Parque do Voturuá.

- Necessidade de frente de trabalho para manutenção de áreas e equipamentos turísticos.

- Criar incentivos fiscais através de leis municipais que fomentem os investimentos e projetos turísticos.

- Disponibilizar espaço para o trade turístico nos eventos realizados pela prefeitura (Centro de Convenções, eventos de praia e outros).

- Constar atividade turística no Plano Diretor do município.

- Museu do Escravo (Parque Ecológico do Voturuá): Sugerimos restauração. Não à demolição;

- Na Carta de Turismo, na parte de Atrativos Turísticos, cita-se a colocação de árvore Chapéu de Sol – somos totalmente contra, pois esta árvore é exótica e atrai grande quantidade de morcegos. Deve-se colocar espécies nativas da Mata Atlântica.

- Na Carta de Turismo, na parte de Economia local, cita-se a inexistência de Convention & Visitors Bureau local – somos contra, pois já existe o SRCVB – devemos ter uma visão metropolitana.

- Em todas as reuniões do COMTUR devem ser convidados todos os vereadores e prefeito.

- Restaurar Casa do Barão e revitalização do Museu Histórico (Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente).

- Instituir museu da história da colonização brasileira.

- Estudar e preservar as ruínas de Santana do Acaraú.

- Incentivar produção de artesanato.

- Privatizar o complexo de eventos e convenções da Costa da Mata Atlântica.

- Revitalizar o Porto das Naus / Engenho de cana de açúcar Jerônimo Leitão.

- Adotar um selo de qualidade para empresários que desenvolvem atividades ao turismo sustentável.

- Em todas as reuniões realizadas pela Setur é de suma importância ser lavrada uma ATA, feita pela mesma. A mesma deve ser aprovada e assinada na reunião subseqüente. Assim fica tudo registrado: opiniões, comentários, sugestões, esclarecimentos e outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O COMTUR SãoVicente agradece sua participação!
obs: Os comentários são moderados.

Mantenha contato! Muita Luz.....